Tem a ver com o Gustavo: Enxoval comentado – passeio!

  • Carrinho do bebe: compramos o Yoyo da marca Babyzen e estamos amando (fiz um post sobre isso)
  • Acessórios do Carrinho (capa de chuva, mosquiteiro, porta-copos, etc.): comprei na Amazon
  • Almofada para deixar o assento do carrinho mais confortável: para dar mais conforto ao bebe e proteção contra sujeiras. Comprei na Luna Baby em Miami para o Yoyo e mandei fazer dois para o Bugaboo que peguei emprestado na Touché Bebé e ficou ótimo. Além disso, ganhei um da Paola da Vinci de presente – lá tem vários prontos, vale olhar.
  • Organizador para carrinho: comprei da Skip Hop na Amazon – escolhi preto bem básico. Está aí na foto
  • Gancho para pendurar sacolas: Comprei na Buy Buy Baby
  • Porta chupeta: comprei da Skip Hop e está aí foto, é essa “bolinha” pendurada no carrinho 
  • Porta lencinhos umedecidos: comprei o da Skip Hop que faz dupla com o porta chupeta 
  • Bebê-conforto: peguei emprestado de uma amiga – Peg Perego Primo Viaggio
  • Capa de tecido extra para bebe-conforto: comprei na Luna Baby em Miami, mas é fácil de mandar fazer aqui.
  • Protetor para cabeça do Bebe para usar no Bebe conforto e/ou carrinho. Excelente – uso esse protetor no assento do carro, na cadeirinha Nuna Leaf, nos carrinhos Yoyo e Bugaboo – compra imperdível. O meu é da marca J J Cole e falei disso nesse post
  • Tapete para proteger o banco do carro onde se instala a cadeirinha de bebê 
  • Espelho para o motorista enxergar o bebê no bebê conforto
  • Protetor para vidro do carro contra raios solares
  • Bolsa do bebê (Diaper Bag): comprei uma preta prima é discreta da Skip Hop
  • Trocador Portátil: comprei de bobeira porque na bolsa de fralda veio um.
  • Saco impermeável p/ roupas suja e/ou molhadas
  • Saquinho de lixo contra cheiro (Munchkin Diaper Fresh Dispenser): bem útil 

Tem a ver com o Gustavo: Enxoval comentado – o quarto!

Uma amiga minha terá o quarto filho (!) e me pediu umas dicas atualizadas de compras de baby. Vou fazer alguns posts nesse tema para dividir aqui com vocês

Para o quarto do baby:

Uma loja incrível em só que descobri tarde demais foi a Touche Bebé – sem dúvida as peças de mais bom gosto que vi. Comprei algumas coisas lá, tudo é personalizavel e a Augusta é uma fofa, super entendida e zero de empurrar as coisas. Se fossecpara fazer enxoval de novo, eu começaria por lá! 

  • Berço e Cômoda: ganhei o meu de uma amiga minha, Joana – foi dos filhos dela e é lindo. Amei! Um lugar bacana de comprar aqui em São Paulo é na loja Berta Gonzales – foi lá que comprei a minha poltrona de amamentação.
  • Kit berço: Sugiro conversar com o seu pediatra antes de gastar nisso porque muitos pediatras não deixam usar. O meu deixa usar, mas sem exageros. Comprei só o protetor de berço (não comprei almofadas, rolinhos, etc) na Pottery Barn combinando com a capa do meu trocador e foi ótimo. Aqui no Brasil vários lugares vendem como Atelie Fevitia, Berta Gonçalez, Dolci, etc..
  • Almofada “confortante” da Paola da Vinci: comprei um kit de almofadinhas para o berço que é um ursinho e um rolinha para delimitar a área onde o bebê fica deitado e fazer com que ele se sinta “acolhido” ou protegido. Uma graça – o Gustavo ama!
  • Poltrona e almofada de amamentação: comprei na Berta Gonzales – a minha poltrona de amamentação é muito muito muito confortável e teve um ótimo custo-beneficio. Mandei fazer a minha almofada de amamentação lá, escolhi o tecido e ficou linda – além do preço ter sido super justo.
  • Tocador de musicas: Comprei uma corujinha da Skip Hop na Buy Buy Baby que é uma graça – toca musiquinhas, faz alguns barulhos como vento e chuva e projeta estrelas e a lua no teto.. maravilhoso e tudo a ver (sem querer) com o meu mobile de planetas.
  • Móbile: Comprei um lindo de teto para decoração (são os planetas do sistema solar) na Pottery Barn que é um ponto alto da decoração do quarto do Gustavo. Não comprei os de berço, deixei para pedir de presente para uma amiga para o Gustavo de distrair e estimular.

  • Trocador e capa: comprei na Pottery Barn e me arrependi porque o trocador foi um trambolho a mais para trazer e eu poderia ter comprado aqui na boa. Hoje em dia no Brasil tem tanto o modelo tradicional de trocador como o tipo “americano” que é curvo nas bordas.
  • Toalhas a prova d’água para trocador: Imprescindível… Comprei na Buy Buy Baby e usamos muito – dá uma super ajuda na hora da troca e poupa a capa do trocador na maior parte das vezes.

  • Kit higiene: também ganhei da minha amiga Joana e coloquei em uma bandeja que eu tinha comprado na loja online Oppa – ficou perfeito! Tem para vender na Paola da Vinci, Trousseau, etc…
  • Cama para a babá: comprei uma cama box de solteiro na Copel
  • Roupa de cama e banho para babá: comprei tudo no Mundo do Enxoval (lençóis, toalha, saia para cama box, travesseiro, etc)
  • Uniforme para babá: comprei tudo na Hering e aqui em casa a cor é preto e não branco!
  • Protetor para colchão à prova d’água: Imprescindível – dá para comprar aqui ou no exterior
  • Colchonete anti-refluxo – é um suporte para deixar o colchão mais alto: Na minha opinião vale super a pena. Comprar em São Paulo – tem na Alô Bebê, por exemplo. Comprei em Miami e foi bobagem porque ocupa espaço à toa na mala e aqui é barato e  fácil de encontrar.
  • Cobertores e mantas: Foi uma das coisas que mais ganhei de presente – tinham me dito isso e de propósito não comprei nenhuma peça e realmente não precisei. Ganhei de todos os tipos, tamanhos, materiais, etc (Ganhei da Paola da Vinci, Trousseau, Mundo do Enxoval)
  • Toalha fralda: Comprei um kit excelente com 4 peças na Buy Buy Baby. Aqui no Brasil tem desde uma opção super barata e mais que suficiente da Cremer até as bacanas (e caras) da Trousseau, Blue Gardenia, Paola da Vinci, Mundo do Enxoval
  • Toalha: comprei duas super fofinhas com capuz na Buy Buy Baby – bem para bebê pequeno. Esse era mais um item que tinham me dito que se ganha muito de presente e de fato foi – nem fiquei com todas que ganhei porque não fazia sentido. Ganhei da Paola da Vinci, Trousseau, Blue Gardenia).
  • Cueiro: Comprei na Buy Buy Baby, mas poderia tranquilamente ter comprado aqui.
  • Naninha: mais um item que se ganha bastante de presente – não comprei nenhuma e o Gustavo tem 6, uma mais fofa que a outra!
  • Envelope ou Charutinho: Comprei um “pronto” na Buy Buy Baby e foi bobagem. As minhas enfermeiras faziam com o cueiro ou com uma mantinha mesmo e o Gustavo de fato adorava quando estava se sentindo desconfortável com alguma coisa. A teoria por traz de enrolar o bebê é que faz ele se sentir seguro e lembra o útero da mãe.
  • Lençol com Elástico para Berço: Nos EUA os lençóis são vendidos avulso e eles costumam só usar lençol de baixo – comprei 2 lençóis brancos lisos de uma qualidade excelente na Buy Buy Baby e um poá azul marinho lindo na Pottery Barn, mas poderia tranquilamente ter comprado aqui.
  • Babá Eletronica: comprei da Motorolla na Buy Buy Baby – eu tinha ouvido falar dessa e a da marca Summer. Escolhi a Motorolla, por sugestão da Suellen – consultora da Priscila Goldenberg – porque é bivolt, tem assistencia técnica no Brasil e funciona tanto em casa (na telinha que vem junto) como pelo celular.
  • Cabides e Separador de cabides por idade: comprei os cabides numa loja online aqui no Brasil chamada Missy Baby e os separadores por idade comprei na Luna Baby em Miami.

 obs. Mesmo tendo várias listas do que comprar quando fiz o enxoval, para mim valeu muito a pena ter contratado um serviço de consultoria de baby shopping. Fiz um post sobre isso que vale ler para quem estiver em duvida em contratar ou não e ler mais uma opinião.

Meus livros favoritos: Memórias, Biografias e Não Ficção

tim_mais_vale_tudo

Memórias, Biografias e Não Ficção

  • Música

Chega de Saudade (sobre a Bossa Nova): Ruy Castro

Música, ídolos e poder: André Midani

Noites Tropicais: Nelson Motta

Tim Maia (Vale Tudo): Nelson Motta

  • Memórias

A borra do café: Mario Benedetti

O brilho do bronze – Boris Fausto @Kindle

Cartas ao Pai: Franz Kafka @Kindle

O clube do livro do fim da vida: Will Schwalbe

De profundis/A balada do cárcere de Reade: Oscar Wilde

Filha Mãe Avó e Puta: Gabriela Leite

O filho eterno (Cristóvão Tezza)

A soma dos dias: Isabel Allende

O ano do pensamento mágico: Joan Didion

Patrimônio: Philip Roth

Paula: Isabel Allende

Perdas e ganhos: Lya Luft

Pra sempre teu, Caio F.: Paula Dip

  • Biografia

Arquitetura de um sonho: Nancy Horan (sobre o Frank Lloyd Wright)

Na toca dos leões: Fernando Morais (história do Washington Olivetto)

No coração da áfrica: Martin Dugard  (historia do David Livingstone)

As portas da percepção: Aldous Huxley

Catarina, a Grande: Robert K. Massie @Kindle

Olga: Fernando Morais

  • Jornalístico, Negócios, Filosofia, Arte

Como Proust pode mudar a sua vida: Alain de Boton

Com Vista para o Kremlin: Vivian Oswald

O tubarão de 12 milhões de dólares (sobre arte contemporânea): Don Thompson

Pra sempre Alice: Lisa Genova

Sobre o islã: Ali Kamel

Sonho grande: Cristiane Correa (sobre Jorge Paulo Leman, Marcel Telles e Beto Sicupira) @Kindle

Tudo ou nada – a verdadeira história de Eike Batista e do grupo X: Malu Gaspar @Kindle

Para ler todos os meus posts sobre livros, clica na categoria “Leitura”

E a minha listinha de livros favoritos ficou tão grande que dividi em:

  1. Ficção – autores contemporâneos
  2. Ficção – autores clássicos
  3. Biografias, Memórias e não Ficção
  4. Livros de Crimes, Investigação, etc

Livros Favoritos: Ficção – Autores Contemporâneos

milan kunderaJá que a minha lista de livros favoritos estava gigante demais, resolvi separar por tipos de livros FICÇÃO – Autores contemporâneos

Todos os títulos em negrito, doei para o sebo “Desculpe a Poeira” em Pinheiros

  • 1Q84: Harumi Murakami (trilogia) @Kindle
  • A balada de Adam Henry: Ian McEwan @Kindle
  • A culpa é das estrelas: John Green (super adolescente, mas muito lindo)
  • A casa dos budas ditosos: João Ubaldo Ribeiro @Kindle – proibido para menores…
  • A elegância do ouriço: Muriel Barbery – para quem curte filosofia
  • A fogueira das vaidades: Tom Wolfe (li o original “The bonfire of the vanities) @Kindle
  • A garota dinamarquesa: David Ebershoff @Kindle
  • Aguapés: Jhumpa Lahiri @Kindle
  • Água para Elefantes: Sara Gruen
  • A humilhação: Philip Roth
  • A insustentável leveza do ser: Milan Kundera – livro da vida, amo amo amo
  • A marca humana: Philip Roth
  • A menina que roubava livros: Marcus Zusak
  • Amor nos tempos do cólera: Gabriel Garcia Marquez  (1985) – uma linda história de amor!
  • A mulher que escreveu a bíblia: Moacyr Scliar 
  • Animal agonizante: Philip Roth
  • À noite andamos em círculos: Daniel Alarcón @Kindle
  • Aos meus amigos: Maria Adelaide Amaral
  • As travessuras da menina má: Mario Vargas Llosa
  • A viagem do elefante: Jose Saramago
  • A vida de Pi: Yann Martel – surpreendente e super bem escrito
  • A vida como ela é: Nelson Rodrigues @Kindle
  • Barba ensopada de sangue: Daniel Galera @Kindle
  • Brooklin: Colm Tóibín @Kindle
  • Casei com um comunista: Philip Roth
  • Destino La Templanza: María Dueñas @Kindle
  • Desvarios no Brooklin: Paul Auster @Kindle
  • Dez Mulheres: Marcela Serrano @Kindle
  • Ele está de volta: Timur Vermes @Kindle
  • Elogio da madrasta: Mario Vargas Llosa – cheio de safadezas…
  • Equador: Miguel Sousa Tavares – Para quem ama história!
  • Eu fui Vermeer: Frank Wynne – para quem curte Arte e História
  • Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios: Marçal Aquino @Kindle
  • Hereges: Leonardo Padura @Kindle
  • Identidade: Milan Kundera
  • Judas: Amos Óz @Kindle
  • Liberdade: Jonathan Franzen
  • Lições de vida: Anne Tyler @Kindle
  • Madrugada Suja: Miguel Sousa Tavares @Kindle
  • Manual da paixão solitária: Moacyr Scliar
  • Mar de Papoulas: Amitav Ghosh (li o original “Sea of Poppies” – livro #1 da Trilogia “Ibis” e o livro #2 “River of Smoke” eu achei chato) @Kindle
  • Me before you (Como eu era antes de você): Jojo Moyes @Kindle
  • Memórias de um casamento: Louis Begley @Kindle
  • Meu nome é vermelho: Orhan Pamuk (melhor início de livro que já li)
  • Middlesex: Jeffrey Eugenides @kindle (vencedor do Pulitzer)
  • Não me abandone jamais: Kazuo Ishiguro
  • Nemesis: Philip Roth
  • Noite do Oráculo: Paul Auster @Kindle
  • Nora Webster: Colm Tóibín @Kindle
  • Nós: David Nicholls @Kindle
  • O céu dos suicidas: Ricardo Lísias
  • O exercito de um homem só: Moacyr Scliar
  • O circo da noite: Erin Morgenstern @Kindle
  • O Físico: Noah Gordon @Kindle
  • O homem que amava os cachorros: Leonardo Padura @Kindle – boa chance de aprender sobre Trostsky, Cuba, Comunismo na Russia e ainda curtir uma história incrível
  • O jantar: Herman Koch @Kindle
  • O lado bom da vida (Silver Linings Playbook): Matthew Quick
  • Olhos de Menina: Susan Fletcher
  • O mapa e o território: Michel Houellebecq
  • O outro: Bernhard Schlink
  • O pintassilgo: Donna Tart (vencedor do Pulitzer Prize 2014) @Kindle
  • O problema Espinoza: Irvin D. Yalom @Kindle
  • O quarto de Jack
  • O tempo entre costuras: Maria Dueñas
  • O tigre branco: Aravind Adiga
  • Os Bridgertons (li os 8 livros): Julia Quinn @Kindle… 100% água com açucar, uma delícia para ler. Imperdível para quem curte Jane Austen.
  • Os catadores de conchas: Rosamunde Pilcher
  • Os luminares: Eleanor Catton @Kindle
  • Os resíduos do dia: Kazuo Ishiguro
  • Os Pilares da Terra (volume 1 e 2): Ken Follet
  • Mundo sem fim: Ken Follet
  • Trilogia do Século XX: Ken Follet – Queda de Gigantes, O inverno do mundo e Eternidade por um Fio @Kindle… Para quem ama história!
  • Uma Rua de Roma: Patrick Modiano @Kindle
  • Uma verdade delicada: John Le Carré
  • Pastoral Americana: Philip Roth
  • Perdido em Marte: Andy Weir @Kindle (virou um filme incrível dirigido pelo Ridley Scott e estrelado pelo Matt Damon)
  • Purity: Jonathan Franzen @Kindle
  • Quando Nietzsche chorou: Irvin D. Yalom
  • Reparação: Ian McEwan @Kindle
  • Risos no escuro: Vladimir Nabokov
  • Room (Quarto de Jack): Emma Donoghue @Kindle
  • Submissão: Michel Houellebecq @Kindle
  • Sunset Park: Paul Auster @Kindle
  • The book of unknown americans: Cristina Henriquez @Kindle
  • Toda Luz que não podemos ver: Anthony Doer @Kindle (Vencedor do Pulitzer 2015)
  • Uma casa no fim do mundo: Michael Cunningham
  • Uma fração do todo: Steve Toltz
  • Um dia: David Nicholls
  • The Unknowns: Gabriel Roth @Kindle

Para ler todos os meus posts sobre livros, clica na categoria “Leitura” e a minha listinha de livros favoritos ficou tão grande que dividi em:

  1. Ficção – autores contemporâneos
  2. Ficção – autores clássicos
  3. Biografias, Memórias e não Ficção
  4. Livros de Crimes, Investigação, etc

Tem a ver com Londres: A nova Tate Modern (atualizado)

Em junho a Tate Modern de Londres (arte moderna e contemporânea) foi reinaugurada e abriu para o público a sua versão “ampliada”.

A “reforma” ficou a cargo do escritório de arquitetura suíço Herzog & De Meuron e a nova Tate Modern está bem maior e repaginada.

Entre as novas obras estão lá:

Está estreando uma exposição da artista libanesa radicada em Londres Mona Hatoum que fica em cartaz até agosto e parece ser bem bacana.

Estreou também a exposição da Georgia O’Keefe – a maior mostra individual dedicada a ela. Parece ser bem bacana também.

Estou louca para conhecer a nova Tate Modern.

Tem a ver com o Gustavo: Happy Tummy

Quando eu fiz o enxoval do Gustavo comprei uma bolsinha térmica chamada Happy Tummy que tenho usado e o meu pitoco ama!

A Happy Tummy é composta por um saquinho com componentes que acalmam desconfortos do bebê e é aquecida no microondas. Depois de quente, coloca-se dentro de uma faixa super fofinha e macia que pode ser “amarrada” ao redor da cintura do bebê (como na foto) ou só apoiada

Esse tipo de bolsinha térmica tem aqui no Brasil na Trousseau, Paola da Vinci – mas não são do tipo “faixa”, por isso curti mais a Happy Tummy.

Quem me deu essa dica foi a Suellen, consultora ótima da empresa Priscila Goldenberg que me ajudou com as compras em Miami.

Pokemon Go

Já que só se fala em Pokemon Go – resolvi ler essa matéria da BBC para entender melhor o fenômeno e divido aqui com vocês..

O que é o Pokémon Go e por que está causando tanto furor no mundo dos games?

Pikachus dançando

Eles fizeram sucesso nos anos 1990 e voltaram com força total nesta semana.

O Pokémon Go já foi mais baixado que o Tinder e virou mania nos Estados Unidos, atraindo atração em todo o mundo. Mas o que é esse jogo? A BBC Brasil explica.

Por que as pessoas não param de falar de Pokémon de novo?

Elas estão falando do Pokémon Go, um jogo de realidade aumentada para smartphones.

Ele usa seu GPS. Você joga andando pelo mundo real e caçando pequenos monstros virtuais como o Pikachu e Jigglypuff em lugares perto da localização do seu telefone e treinando-os para lutar uns contra os outros.

O sucesso vem da mistura de jogo e realidade. Na tela do telefone você vê o mundo real, como na câmera do seu celular, mas habitado por monstrinho do Pokémon.

 

Os monstrinhos do jogo se tornaram populares pela primeira vez nos anos 1990, quando foram lançados no Game Boy da Nintendo.

O Pokémon já foi jogo de Game Boy e Nintendo DS, desenho animado e é, há muito tempo, um jogo não tecnológico de troca de cartas, mas esta é a primeira vez que se torna um jogo de smartphone. O mundo que você vê na tela no Pokémon Go é o mundo que está a seu redor

Aqui está um pequeno dicionário para você começar a entender um pouco mais do Pokémon:

  • Pokemon = pocket monster (monstro de bolso)
  • Pokestop = landmark (ponto de referência)
  • Pokeball = uma bola que você joga para capturar o Pokemon e treiná-lo
  • Academia = local onde os Pokémons lutam uns contra os outros
  • Pikachu = Pokémon mais famoso e ícone da cultura japonesa

 

Como posso jogar?

O Pokémon Go já pode ser baixado pela App Store (iPhone) e Google Play (Android) em diversos países, como Estados Unidos, Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia.

No Brasil, ainda não há data oficial de lançamento. A Niantic, desenvolvedora do jogo e ligada ao Google, havia decidido adiar o lançamento em outros países porque, com tanto usuários, o game estava tendo problemas.

Mas nesta semana a empresa retomou a expansão do aplicativo, tornando-o disponível na Europa. Isso pode significar que o game estará disponível para brasileiros em breve.

O jogo pode ser baixado de graça, mas assim como muitos aplicativos gratuitos, há coisas para comprar com dinheiro de verdade quando você já está jogando. Pessoas estão indo para locais que não freqüentavam antes atrás de Pokemons

Qual foi a coisa mais estranha que aconteceu com alguém jogando?

Quatro pessoas foram presas após usar o jogo para atrair participantes para locais remotos e roubá-los a mão armada. Em resposta, os criados do Pokémon Go disseram que as pessoas devem “jogar com amigos quando forem para lugares novos e desconhecidos” e “lembrar de se manter em segurança e alerta todo o tempo”.

Também há muitos relatos de pessoas caindo e se machucando porque não prestam atenção no que está a sua frente ao jogar.

Devo me preocupar com minha privacidade?

Algumas pessoas disseram que, como o jogo funciona em tempo, se você está perto de outro jogador no game você provavelmente consegue vê-los na vida real.

Quando você se inscreve no jogo, você permite que a Niantic Labs use sua localização e a compartilha pelo app.

É a mesma coisa que todos os aplicativos de redes sociais pedem, mas no Facebook, Twitter e afins você pode desligar esta função, enquanto se você fizer isso no Pokémon Go você não consegue jogar o jogo direito.

E esse sucesso estrondoso do jogo?

O game é um sucesso mesmo.

Ele acrescentou mais de US$ 7 bilhões de valor a Nintendo devido à subida das ações da empresa desde seu lançamento.

O jogo parece estar fazendo sucesso em dois mercados – os adolescentes que estão jogando pela primeira vez e as pessoas com cerca de 30 anos que lembram da febre pela primeira vez e estão curtindo uma nostalgia.

O Pokémon Go já foi instalado em 5,16% de todos os smartphones com sistema Android nos EUA, de acordo com o site SimilarWeb. É quase o dobro do Tinder – e espera-se que, em breve, o app supere o Twitter em usuários ativos.

Nos últimos 30 dias, o termo Pokémon Go foi buscado no Google quase tantas vezes quanto “Brexit”, a saída do Reino Unido da União Europeia.

Até a pornografia, que sempre é muito buscada na internet, foi superada pelo interesse no app.

Livro: O clube do livro do fim da vida

  

Amei o livro “O clube do livro do fim da vida”

Conta a história do autor Will Schwalbe e da mãe dele – Mary Schwalbe – uma mulher incrível, cheia de energia, super atuante em várias causas humanitárias, com uma carreira em universidades prestigiadas.

Quando a mãe do autor descobre que está com câncer, eles criam esse insólito clube do livro para discutir nas sessões de quimioterapia e usam essas leituras como ponto de partida para varias conversas inesquecíveis.

Entre os livros comentados, há alguns que:

  • Eu amei (Jane Austen, A elegância do ouriço, O ano do pensamento mágico, Os pilares da terra, os homens que não amavam as mulheres, Na praia, A morte do caixeiro-viajante, Brooklin
  • Eu fiquei com vontade de ler 

Esse livro me deixou com vontade de curtir mais os meus pais e saber mais da vida deles.

Livro super bacana e emocionante – recomendo!

Por onde andei


Semana delicia 

  • Jantar no Manish
  • Jantar no Serafina
  • Jantar no Ohka
  • Jantar no Trattoria Fasano
  • Almoço no Kosushi 
  • Jantar aqui em casa para Issa e Lú
  • Festinha surpresa de 30 anos um amigo nosso muito querido 
  • Parque do Povo com o meu filho ❤️ 
  • Personal com Julio, Pilates com Tatá, drenagem com a Savia, Shiatsu com o Wang, inglês com a Fernie
  • Leitura: “O clube do livro do fim da vida” – maravilhoso